imagem de topo do blog A Nossa Opinião; MAI - Liberdade e Segurança; 'Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias por qualquer meio de expressão'.(artigo 19.º da Declaração Universal dos Direitos Humanos). [ imagem produzida pelos Gráficos à Lapa para este blog do MAI, A Nossa Opinião ]

Main menu:

A Revolução digital na PSP

8 October 2008

Da estafeta ou do papel ao correio electrónico. Em segurança.

 

Das respostas dadas pelo Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna, José Magalhães, a um questionário apresentado por uma jornalista da imprensa diária eis alguns dados que dão nota – trata-se de uma nota apenas – da revolução tecnológica por que passa o sistema de comunicações das forças e serviços de segurança portuguesas, no caso concreto da PSP, e que corresponde à sua área de tutela delegada.

“A PSP tem em curso uma revolução digital e um bom combate contra o papel e o fax, no qual o MAI investiu importantes meios e esforços.

O Sistema Estratégico de Informação  – SIE, uma ferramenta indispensável na vida operacional da PSP está desde 2007 em processo de migração para uma plataforma intel,  (Rede Nacional de Segurança Interna) poupando centenas de milhar de euros com a sua manutenção.

As ligações entre esquadras faziam-se em banda estreita e muitíssimo cara. Por isso, o MAI propôs e  o Conselho de Ministros autorizou, em Agosto de 2007, a celebração de um contrato para ligação em banda larga (2 megabits simétricos, com largura garantida e segurança anti-intrusão) no dispositivo policial. Foram já substituídos mais de 3000 velhos computadores. Em concreto, em 2006, 2007 e 2008 foram distribuídos 4.064 computadores. Em 2008, a Rede Nacional de Segurança Interna está a instalar esses circuitos, com enorme rapidez. O contrato com a PT para ligação em rede já obteve visto do Tribunal de Contas e será executado, conforme o planeado.

O processo de mudança não pode evitar, obviamente, pequenas dificuldades ou falhas que são, aliás, pontuais e que são identificadas e eliminadas com a intervenção de parceiro tecnológico credível, a empresa Accenture. 

Se houvesse um apagão eléctrico total do País as polícias não ficariam de braços cruzados nem desarmadas informacionalmente.”

how to transfer prescriptions