imagem de topo do blog A Nossa Opinião; MAI - Liberdade e Segurança; 'Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias por qualquer meio de expressão'.(artigo 19.º da Declaração Universal dos Direitos Humanos). [ imagem produzida pelos Gráficos à Lapa para este blog do MAI, A Nossa Opinião ]

Main menu:

“GERIDO APENAS POR UMA PESSOA” O SIRESP???!!!

3 June 2008

Os leitores matutinos do Público começaram o dia de boca aberta com a bomba informativa: uma aprofundada pesquisa apurou sem margem para dúvidas e de forma cristalina que afinal o sofisticado e nada barato SIRESP é gerido apenas não por vinte, nem dez, nem 5, nem duas pessoas!!!Um homem-um, solitário, ao leme é tudo o que há para sustentar o poderoso sistema.

Como se apurou esta descoberta súbita, inovadora (nunca ninguém tinha escogitado tal dado) e explosiva? Varrendo a legislação, consultando a Net? De forma alguma. A autora da peça perguntou ao ex-SubSecretário de Estado Rocha Andrade quem é que na Direcção-Geral de Infraestruturas e Equipamentos do MAI (um serviço central) acompanha as questões respeitantes à parceria público-privada. Obteve a resposta óbvia e que está publicitada na Web:há um subdirector na DGIE (Eng. Carlos Machado) com essa responsabilidade. Posto o que concluíu e proclamou a solidão sirespica inquietante que logo projectou em título.

Obviamente o SIRESP não é “gerido por uma só pessoa” .Googlando um pouco qualquer um pode descobrir facilmente que é gerido por uma Entidade Gestora, entidade pública, sediada na Direcção-Geral de Infra-estruturas e Equipamentos (DGIE). A Entidade Gestora é composta por três membros e funciona em articulação com a Operadora, Siresp, SA no que respeita à disponibilidade do Sistema e fiabilidade das Comunicações. Integram esta gestão o Grupo de Telecomunicações que agrega os maiores utilizadores do Sistema e a Operadora, as entidades do Estado (nomeadamente PSP e GNR) e outras entidades de apoio técnico.
A Entidade Gestora dispõe de um Centro de Gestão onde é gerido o parque de utilizadores com Coordenador, 5 Supervisores e 12 operadores em regime de turnos, com um Centro de Atendimento 24h/24h para atendimento de todas as ocorrências e falhas de serviço. A operadora dispõe de um Centro de Supervisão que permite gerir em tempo real a operacionalidade da Rede.

Tudo isto é normal e nem poderia ser de outra forma. A ideia de um “SIRESP one man show” é de tal forma nonsense que seria perfeita numa edição do INIMIGO PÚBLICO.

Comentei este escrito sobre o SIRESP NO PARLAMENTO na tarde de dia 3 e, sem surpresa, a explicação foi aceite pacificamente por todos os partidos…

how to transfer prescriptions