imagem de topo do blog A Nossa Opinião; MAI - Liberdade e Segurança; 'Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias por qualquer meio de expressão'.(artigo 19.º da Declaração Universal dos Direitos Humanos). [ imagem produzida pelos Gráficos à Lapa para este blog do MAI, A Nossa Opinião ]

Main menu:

Mais táxis seguros em Lisboa

13 February 2008

O sistema táxi seguro,  continua a alargar-se. Ontem procedeu-se à entrega  à entrega formal   a táxis do município de LIsboa  de mais duas centenas de kits com a tecnologia de alarme e localização geo-referenciada que os taxistas poderão accionar em situação de emergência. Os novos equipamentos foram entregues numa cerimónia nos Paços do Concelho..

O ministro da Administração Interna, Rui Pereira, defendeu a ideia de que a segurança proporcionada por este sistema se destina não apenas ao taxista mas a todo o cidadão seu utente, realçando o facto de o táxi ser “um instrumento de liberdade”, que deve ser protegido. Assim, justifica a parceria do Estado neste programa com base no valor da liberdade e no facto de “a segurança ser um direito fundamental, pelo que esta é uma obrigação primordial do Estado”.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, salientou a importância deste acto, que vem na sequência do protocolo assinado em Setembro de 2007, entre a Câmara, o Ministério da Administração Interna e a Fundação Vodafone Portugal, que agora se concretiza com a entrega de mais 200 sistemas do Programa Táxi Seguro, a juntar aos cerca de 700 já a operar em Lisboa. “A segurança não tem preço, pelo que nela vale sempre a pena investir”, afirmou o autarca, salientando o facto da autarquia cobrir 27% dos custos do Programa, que incluem, para além dos equipamentos do sistema, a formação dos taxistas que o vão operar. O presidente da CML congratulou-se com a adesão com que o Programa tem sido acolhido e que hoje está disponível para todos os taxistas e empresas do ramo a operar em Lisboa, até porque se trata de um meio que visa não apenas “o reforço da segurança de taxistas e cidadãos mas também da melhoria das suas condições de trabalho

António Carrapatoso, presidente da Fundação Vodafone Portugal, instituição privada  e sem fins lucrativos parceira desde o imíocio neesta iniciativa  considerou ser este “um projecto exemplar” em termos de adesão, havendo já, em todo o país, mais de 1200 táxis a operar com o sistema.

Significativamente, a a cerimónia de entrega dos disticos a alguns dos  táxis já equipados com o sistema  e a que correspodneram a acções de formação entrettanto ministradas aos respectivos taxistas,  foi concluída com a entrega simbólica de cinco kits do Programa Táxi Seguro aos representantes da Federação Portuguesa do Táxi, da Antral e de três operadoras de táxi em Lisboa (Autocoop, Retalis e Teletáxis). Entretanto, já  decorrera  o processo de  formação dos taxistas que opererão com estas viaturas.

O sistema Táxi Seguro tem sido aplicado aos táxis licenciados  e tem como objectivo aumentar a segurança dos taxistas, frequentemente alvo de violência, através da prevenção e do aumento da eficácia da intervenção em caso de assalto ou agressão. Este sistema, cuja instalação inclui acções de formação específica aos profissionais, consiste na instalação de equipamentos de GSM e GPS que permitem, às forças de segurança, localizar o veículo em tempo real e ter acesso ao som ambiente no seu interior.

Desta forma, depois do taxista accionar o alarme, a polícia poderá agir atempadamente e com os meios mais adequados a cada situação. Desde Julho de 2006 que os alarmes têm vindo a ser disponibilizados às forças de segurança na área metropolitana de Lisboa, processo que tem vindo igualmente a decorrer na área metropolitana do Porto desde Dezembro do mesmo ano. Até ao momento, 880 viaturas da capital já receberam os equipamentos sendo o número de 850 no Porto, num total de 1280 viaturas equipadas. Cerca de 1570 profissionais já frequentaram as acções de formação.

Táxi Seguro instalado em mais 200 veículos  (DN)
Quase mil taxistas de Lisboa já receberam ‘Táxi Seguro’ (Destak)
Táxi Seguro completa primeira fase com 1.230 táxis protegidos  (Tek sapo)
Lisboa: Mais 200 táxis com equipamentos de segurança (Diário Digital)
‘Táxi Seguro’ é um projecto de de policiamento de proximidade, de segurança comunitária, que veio para ficar” (CM)

how to transfer prescriptions