imagem de topo do blog A Nossa Opinião; MAI - Liberdade e Segurança; 'Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias por qualquer meio de expressão'.(artigo 19.º da Declaração Universal dos Direitos Humanos). [ imagem produzida pelos Gráficos à Lapa para este blog do MAI, A Nossa Opinião ]

Main menu:

Operação Natal em Segurança 2007

25 November 2007

mortesestrada.JPG 

O ministro da Administração Interna, assinalou , à margem das comemorações do centenário dos Bombeiros Voluntários de Soure, que a  antecipação para hoje da Operação Natal em Segurança 2007, que costuma arrancar no início de Dezembro, tem lugar face à ocorrência de acidentes rodoviários recentes com grande número de vítimas mortais.: “Recentemente tivemos acidentes a lamentar com muitos mortos, nomeadamente, num só sinistro morreram 16 pessoas, portanto decidimos antecipar esta operação para sensibilizar as pessoas para os perigos da estrada”.

O MAI apelou aos condutores para serem responsáveis e terem cuidado na estrada para se evitarem os acidentes. “Este esforço deve ser acompanhado por todos através de condutas responsáveis para evitar o luto na estrada”.
O MAI  aconselhou ainda os automobilistas a conduzirem com velocidade moderada, a terem comportamentos responsáveis, a evitarem manobras perigosas e a não beberem álcool se conduzirem.

Mais Informação:
 
A Operação Natal em Segurança 2007 iniciou-se hoje e prolonga-se até ao dia 7 de Janeiro, envolvendo mil efectivos da Guarda Nacional Republicana, 800 da Polícia de Segurança Pública e 1600 elementos da Autoridade Nacional de Protecção Civil e do Instituto Nacional de Emergência Médica. Visa-se  reforçar a  atitude proactiva e dissuasora , visando a diminuição da criminalidade e da sinistralidade e aumentando  as condições e o sentimento de segurança  dos cidadãos, através de uma série de medidas.
Por parte da GNR a operação denominada “Viagem Segura” (entre 25 de Novembro de 2007 e 07 de Janeiro de 2008, englobando a época do Natal e Ano Novo) representa uma extensão temporal em relação a anos anteriores, visando consciencializar atempadamente os automobilistas para que durante os deslocamentos que venham a realizar nas épocas festivas, estejam já bem alertados para o drama rodoviário nacional, podendo assim, em consciência, optar por adequar a condução à realidade das nossas vias e desfrutar de uma estrada mais segura.
A actuação da Guarda durante este período pretende ser preventiva e de apoio aos utentes das vias rodoviárias, pelo que o seu efectivo estará permanentemente disponível para facultar informações e orientações a quem delas necessite.
Porém merecerá particular atenção os comportamentos dos condutores que evidenciem uma condução agressiva, nomeadamente aqueles que cometerem infracções graves e muito graves, colocando em causa a sua segurança e a de terceiros. 

No tocante à PSP, a partir de 14 de Dezembro, haverá um maior número de agentes policiais na rua, através do reforço do policiamento  com os cerca de 300 elementos e de 140 viaturas afectos ao Programa Escola Segura .Nesse período, à semelhança do ano passado, haverá também um reforço policial de 600 elementos do Corpo de Intervenção nos comandos de Lisboa, Porto, Faro, Braga, Setúbal, Aveiro, Leiria e Santarém.
Na vertente de patrulhamento (visibilidade), trânsito e investigação criminal actuarão por dia três mil elementos policiais e haverá um reforço de 90 binómios cinotécnicos (agente/cão) nas principais zonas comerciais.
A instalação de 20 postos móveis de atendimento da PSP nas zonas comerciais/turísticas, a realização de acções policiais dirigidas para as áreas junto a estabelecimentos de ensino, centrais de transportes públicos e zonas de diversão nocturna são outras das medidas da operação, a par de um aumento do controlo e fiscalização do trânsito automóvel nos principais eixos rodoviários.
 Na vertente de trânsito, será privilegiada a regularização do trânsito em locais de maior sinistralidade, nomeadamente junto a passagens para peões, que têm representado maiores riscos para os cidadãos.
A condução sob o efeito do álcool e o excesso de velocidade serão igualmente alvo de controlo rigoroso  durante este período, dado que  são estas as causas mais comuns de acidentes rodoviários.

how to transfer prescriptions