imagem de topo do blog A Nossa Opinião; MAI - Liberdade e Segurança; 'Todo o indivíduo tem direito à liberdade de opinião e de expressão, o que implica o direito de não ser inquietado pelas suas opiniões e o de procurar, receber e difundir, sem consideração de fronteiras, informações e ideias por qualquer meio de expressão'.(artigo 19.º da Declaração Universal dos Direitos Humanos). [ imagem produzida pelos Gráficos à Lapa para este blog do MAI, A Nossa Opinião ]

Main menu:

MAIS SEGURANÇA NA MADEIRA

3 August 2007
Desloquei-me à região autónoma da Madeira para levar boas notícias e trazer a garantia de que haverá uma boa interacção entre a PSP e as autoridades regionais na concretização de quatro projectos tecnológicos do MAI, que por todas as razões devem ter expressão visível e eficaz na Madeira.Colocarei neste blog a transcrição das declarações que fiz às emissoras de rádio que me fizeram perguntas, mas remeto desde já para um bom resumo publicado pelo Jornal da Madeira (www.jornaldamadeira.pt/not2008.php?Seccao=1&id=73683 ) que noticiou nos termos seguintes o tema das reuniões de trabalho que realizei.”
Programa nacional será aplicado pelo comando regional da PSP
Registo electrónico de acidentes de viação

 

zmaglh-madeira.jpg

 

O número de emergência 112 será dotado também na Madeira de um sistema de geo-localização que permite identificar a origem das chamadas telefónicas.
O secretário de Estado da Administração Interna, José Magalhães, garante que este é um sistema mais robusto e que utiliza plataformas digitais que visa “ajudar as forças de segurança a apoiar melhor quem precisa de assistência”, ao mesmo tempo “servirá para dissuadir quem tem o terrível hábito de utilizar o 112 para diversão”.
O governante reuniu ontem o com o Comandante da PSP na Madeira, Guedes da Silva e com o secretário regional do Equipamento Social, Santos Costa, tendo abordado ainda a aplicação na Região do programa “Polícia em Movimento”.
Trata-se da dotação, nas viaturas de patrulhamento das forças de segurança, de meios tecnológicos evoluídos, com acesso permanente às informações disponíveis nas diversas bases de dados, nomeadamente, no caso da PSP, ao Sistema Estratégico de Informação.
Para José Magalhães, os meios tecnológicos “vão permitir aos agentes em serviço, eliminar papelada, ou seja, melhorar a operacionalidade e simplificar procedimentos, na elaboração de autos de notícia em casos de infracções de trânsito”.
Com o programa, que deverá entrar em vigor no curto prazo, em todo o país, a PSP poderá identificar viaturas furtadas e a apreender, pessoas com motivos de procura, histórico de contra-ordenação, entre outros elementos.
O secretário de Estado da Administração Interna revelou ainda que a Madeira foi escolhida como “região-piloto” para a aplicação do programa de “Registo Electrónico de Acidentes Rodoviários”. Com este sistema poderão ser criados, através das novas tecnologias, croquis, certidões, entre outros, que visam facilitar a acção da PSP.

 

JM

how to transfer prescriptions